Forte vidros dois
Homeopatia São Lucas
Agrotop Novo
Escritório Jucema
Ótica Pontual
Clinica Dois
Breno Campolina
Espetbet
Chama!!!
Casa da Arte
Otica Santa Luzia
Ótima
Auto Rodas
Espetbet 4
Dinheiro por Jóias
Carioca
Espetbet 6
Ramses
Quality Optcas
Torneamento São Geraldo
Espetbet três
Loctem dois
Sicoob
Arnaldo Radiadores
Digital Graph
Espetbet dois
Cooperlíder Proteção Veicular
Espetbet 1
Ronaldo Cardans
INVESTIGAÇÃO

Detento que acusou prisão de tortura com ‘Baby Shark’ é encontrado morto em cela

John Basco foi um dos quatro detentos responsáveis por mover um processo denunciando as torturas em novembro de 2021

14/09/2022 09h53
Por: Redação

Com Itasat

Foi encontrado morto dentro da cela um detento de 48 anos que processou o estado de Oklahoma, nos Estados Unidos, ao denunciar que foi torturado junto a colegas com a música infantil 'Baby Shark'. O homem foi identificado como John Basco.

O caso foi ocorreu na madrugada do domingo (11). De acordo com as autoridades locais, o policial que fazia ronda nas celas do Centro de Detenção de Oklahoma encontrou John morto.

O centro de detenção afirmou que um médico foi chamado e tentou reanimar a vítima por dez minutos. Entretanto, a causa da morte do detento não foi divulgada.

Basco foi um dos quatro detentos responsáveis por mover um processo denunciando as torturas em novembro de 2021.

Na ocasião, eles afirmaram que em 2019, por mais de uma vez, foram retirados das celas, levados para outro quarto, colocados em "posições estressantes" e forçados a ouvir a música por horas.

A investigação levou à demissão dos envolvidos por abuso de medida disciplinar. Os advogados pedem indenização de US$ 75 mil. O caso ainda não foi concluído.

As denuncias foram feitas após ele ser solto. Entretanto, John havia sido preso na última quinta-feira (8/9), por tráfico de drogas.