Escritório Jucema
Sicoob
Espetbet 6
Espetbet 1
Ramses
Loc moral
Ronaldo Cardans
Espetbet
Clinica Dois
Forte vidros dois
Chama!!!
Agro loc
Loc moral 3
Loctem dois
Torneamento São Geraldo
Breno Campolina
Digital Graph
Agrotop Novo
Otica Santa Luzia
Espetbet 4
Ótima
Cooperlíder Proteção Veicular
Auto Rodas
Arnaldo Radiadores
RR 2023 02
Ótica Pontual
Espetbet três
Homeopatia São Lucas
Espetbet dois
RR MÍDIA 3
Carioca
Câmara dos Deputados

Projeto aprova acordo de cooperação econômica entre Brasil e Catar

O Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 464/22 aprova o Acordo de Cooperação Econômica e Comercial assinado entre os governos do Brasil e do Catar e...

25/01/2023 19h50
Por: Redação
Fonte: Agência Câmara de Notícias
Milho embarcado no porto de Paranaguá. Acordo pretende ampliar comércio de produtos agrícolas - (Foto: Cláudio Neves/Portos do Paraná)
Milho embarcado no porto de Paranaguá. Acordo pretende ampliar comércio de produtos agrícolas - (Foto: Cláudio Neves/Portos do Paraná)

O Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 464/22 aprova o Acordo de Cooperação Econômica e Comercial assinado entre os governos do Brasil e do Catar em 2010.

O objetivo do acordo, segundo o governo, é desenvolver as relações econômicas com o país árabe, especialmente nas áreas da indústria, agricultura, energia, tecnologia, comunicações, transporte, construção, trabalho e turismo.

Conhecido por recentemente ter sediado a Copa do Mundo, o Catar importa mais de 90% dos alimentos que consome, e o Brasil é um dos principais fornecedores.

O acordo é composto por 12 artigos, nos quais são definidos seus objetivos e os compromissos das partes quanto às áreas que serão objeto da cooperação bilateral. Entre outros pontos, o texto estabelece que os dois países devem incentivar e facilitar, sempre que possível, o transporte de mercadorias entre si, utilizando seus próprios meios de transporte.

As partes também devem facilitar a participação de empresários em exposições e feiras internacionais que vierem a ocorrer no outro país. Está prevista ainda a instituição de um grupo de trabalho sobre cooperação econômica e comercial, que será responsável pela implementação do acordo.

O Brasil possui acordo comercial semelhante com outras nações, como Hungria, Bulgária e Jordânia.

Tramitação
Antes de ir ao Plenário da Câmara, o projeto será analisado pelas comissões de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

O acordo chegou à Câmara dos Deputados na forma de mensagem do Poder Executivo (MSC 171/22), que foi aprovada em dezembro passado pela Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional e depois transformada no PDL 464/22.

Conheça a tramitação de projetos de decreto legislativo