Ramses de castro
Procurado

Galo: Sampaoli é sondado pela seleção da Colômbia, mas nem inicia conversas e recusa

Treinador não quis ouvir investida e seguirá no comando do Atlético

20/11/2020 08h38
Por: Ricardo Chaves

Por Itasat

O técnico Jorge Sampaoli foi sondado por representantes da seleção da Colômbia para o lugar do português Carlos Queiroz, que está pressionado no cargo. No entanto, o treinador argentino do Atlético sequer quis abrir negociação com o selecionado sul-americano porque quer seguir no Galo, de acordo com o staff do comandante alvinegro.

A procura da seleção colombiana a Sampaoli foi divulgada pelo GE e confirmada pela Rádio Itatiaia. Esta é a segunda sondagem que o treinador recebe enquanto técnico do Atlético. No fim de outubro, ele recusou um contato do Al-Nassr, da Arábia Saudita.

A pressão sobre Carlos Queiroz na Colômbia aumentou nesta semana, após a goleada por 6 a 1 sofrida para o Equador, pela quarta rodada das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022. A equipe já vinha de derrota em casa por 3 a 0 para o Uruguai.

Mesmo colocando o Atlético na liderança do Campeonato Brasileiro, Sampaoli se encontra em um momento de turbulência, já que participou de uma festa polêmica do gerente de futebol, Gabriel Andreata, realizada na semana passada, o que deixou a cúpula do Galo irritada. A confraternização reuniu integrantes da comissão técnica do argentino.

A reunião, promovida em um restaurante, foi repudiada pela direção do Atlético, pois, além de Andreata e Sampaoli, todos os membros da comissão técnica testaram positivo para a covid-19 no início desta semana. Outros seis jogadores também foram diagnosticados com a doença (o goleiro Victor, o lateral-direito Guga, os zagueiros Réver e Gabriel, o volante Allan e o atacante Eduardo Vargas) e desfalcaram o time na derrota para o Athletico-PR, no Mineirão, em jogo atrasado do Brasileirão.

Apesar de não ser possível comprovar que a festa foi a causadora da propagação da covid-19 que atingiu a comissão técnica, integrantes do departamento de futebol, jogadores e funcionários, a direção do Atlético entende que não era o momento para confraternização.

Sampaoli está isolado em quarentena e não pode comandar os treinos na Cidade do Galo. Assim como aconteceu na partida contra o Athletico-PR, o técnico não poderá estar à beira do campo na partida contra o Ceará, no próximo domingo, às 16h, no Castelão, pela 22ª rodada do Brasileiro. Assim, o time será dirigido novamente por Leandro Zago, treinador da equipe de transição do Atlético.