tia lili topo
Planejamento

Felipão pedirá até cinco reforços em reunião com novo diretor de futebol do Cruzeiro

Treinador quer ouvir de André Mazzuco sobre a possibilidade de contratações, já que o clube está com problemas financeiros

10/01/2021 09h22
Por: Ricardo Chaves

Por Itasat

A vitória por 1 a 0 contra o Sampaio Corrêa, na sexta-feira, em São Luís, praticamente acabou com o risco de rebaixamento na Série B do Campeonato Brasileiro. Apesar do time ainda ter chances matemáticas de acesso, o técnico Felipão já pensa na próxima temporada, que começará no final de fevereiro. Ele quer conversar com André Mazzuco, novo diretor de futebol, para planejar o futuro.

"(Vou) colocar uma série de nomes pra contratações. Três, quatro, cinco nomes. (Temos que definir) Como vamos fazer pré-temporada, uma série de coisas. E ouvir dele o que ele tem a nos dizer", afirmou o treinador que está incomodado com a situação financeira do clube e disse que cobrará de Mazzuco ‘segurança maior’ do Cruzeiro para seguir o trabalho.

Em 2020, Felipão pediu e recebeu as contratações dos atacantes William Pottker e Rafael Sóbis. No entanto, como provavelmente o Cruzeiro permanecerá na Série B em 2021, a diretoria celeste deverá apostar em nomes menos badalados e ainda terá que reformular o atual elenco para reduzir a folha salarial e conseguir manter os salários em dia – atualmente, o clube deve dois meses e meio aos atletas, além do 13º.

Paralelamente à isso, o Cruzeiro terá que pagar uma dívida com o PSTC, do Paraná, para voltar a registrar novos jogadores e entregar os reforços solicitados por Felipão. Neste momento, a Raposa está impedida de fazer novas contratações porque não destinou ao clube paranaense uma parte da venda do zagueiro Bruno Viana ao Olympiacos, da Grécia, em 2016.