tia lili topo
Público zero

Prefeito do Rio de Janeiro revoga liberação de torcida em estádios da cidade

Decisão de secretarias de Saúde previa o retorno com capacidade reduzida

13/01/2021 10h14
Por: Ricardo Chaves

Por Itasat

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM), afirmou na manhã desta quarta-feira (13), no Twitter, que revogou a liberação de torcidas em estádios da cidade. A medida que permitiria o retorno do público às arquibancadas de estádios e arenas esportivas havia sido publicada mais cedo pelas secretarias municipal e estadual de Saúde.

A decisão que permitia a volta foi publicada junto a outras normas relacionadas à pandemia de covid-19. A liberação vinha duas semanas antes da final da Copa Libertadores, que será disputada no Maracanã no dia 30 de janeiro.

Conforme a medida revogada, a restrição de capacidade seria de acordo com a classificação de risco para o novo coronavírus na região em que estiver o estádio ou a arena esportiva. Se o risco for moderado, o público máximo seria de 20% da capacidade; se for alto, de 10%; e se for muito alto, ninguém poderia entrar.

Até essa terça-feira (12), o estado do Rio de Janeiro registrou quase 27 mil mortes e 465 mil casos da doença. Na capital fluminense, são 15.664 óbitos e 175 mil infectados.