Principal 5
Principal 1
Principal 4
Principal 3
Principal 6
Principal 2
Prefeitura Sete Lagoas home
Produção de vacinas

Bolsonaro tenta falar com presidente chinês para agilizar recebimento de insumos

A produção de vacinas contra covid-19 no Brasil enfrenta problemas devido ao atraso na entrega dos insumos

21/01/2021 10h06
Por: Ricardo Chaves

Por Itasat

O presidente Jair Bolsonaro tenta conversar por telefone com o líder chinês, Xi Jinping, para fazer um apelo pela liberação de insumos para a fabricação de vacinas contra a covid-19. O Palácio do Planalto está apreensivo com os atrasos na liberação de matéria prima, o que pode atrasar ainda mais o cronograma de imunização aqui no Brasil.

Os insumos são produzidos na China e as dificuldades encontradas ameaçam a produção da Coronavac, desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac, no Instituto Butantan, e da vacina desenvolvida em parceria pela Universidade de Oxford e o laboratório AstraZeneca, na Fundação Oswaldo Cruz.

A tentativa de Bolsonaro em falar com o presidente chinês também ocorre em um momento em que a interlocução do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, está desgastada com a embaixada da China, em Brasília, devido aos posicionamentos ideológicos adotados pelo chanceler.

Por meio de vídeo chamada, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, conversou com o embaixador da china para também tentar agilizar o repasse de insumos.