Principal 5
Novo Sete
Principal 6
Principal 4
Principal 1
Sete Lagoas
Principal 3
Principal 2
Reajuste

Presidente do Galo, Sérgio Coelho, diz que ‘contrapartidas’ do poder público elevaram custos da Arena MRV

De acordo com o dirigente, o aumento seria entre R$ 120 e R$ 150 milhões no valor final do estádio

10/06/2021 10h37
Por: Ricardo Chaves

Por Itasat

O presidente do Atlético, Sérgio Coelho, revelou que “contrapartidas” junto ao poder público fizeram com que fossem elevados os custos financeiros para erguer a Arena MRV. De acordo com o dirigente, o aumento seria entre R$ 120 e R$ 150 milhões. A revelação foi feita durante o lançamento do "Instituto Galo". 

Estas contrapartidas são necessárias para que a Arena MRV tenha a obtenção da Licença de Operação. "Na ordem de 120 a 150 milhões de reais de contrapartida. Isso é para fazer viaduto, passarela, abrir avenida e uma série de coisas que serão investidos naquela região", explicou Sérgio Coelho.

São 89 itens, entre elas intervenções viárias, a serem concluídos para que a Licença de Operação seja emitida pela Prefeitura de Belo Horizonte na inauguração da Arena MRV, programada para ocorrer em outubro de 2022. 

O que diz o CEO da Arena MRV

No fim de 2020, as contrapartidas estavam com valores de aproximadamente R$ 100 milhões, no entanto, devido à alta dos materiais de construção civil, esse valor aumentou consideravelmente, o que preocupa o CEO da Arena MRV, Bruno Muzzi, que conversou com o site especializado em marketing Máquina do Esporte.

"Os custos subiram muito. A minha preocupação é com os custos das contrapartidas, os da Arena nós vamos conseguir. Vamos ter que negociar as contrapartidas com a prefeitura, tentar retirar alguma condicionante que talvez não faça sentido e concluir isso no prazo. Sem esse recurso, vai ser um desafio, vamos ter que alongar um pouco mais", explicou o CEO da Arena.

Início

A Arena MRV começou a ser construída em abril de 2020, atualmente, o custo total do estádio está em aproximadamente R$ 560 milhões, por conta das contrapartidas. No início das obras, que começou com o processo de terraplenagem, foram estabelecidas 50 contrapartidas e 5 medidas compensatórias cumpridas.

Entenda o projeto Instituto Galo

O Atlético lançou o Instituto Galo, que será responsável por ações sociais e ambientais. O projeto é uma das contrapartidas exigidas pela Prefeitura de Belo Horizonte para a construção da Arena MRV, futuro estádio do clube.

Dentre os objetivos do projeto está o ‘Galo Imortal’, que vai homenagear ex-jogadores e ex-funcionários que ajudaram a construir a história do Alvinegro. Para isso, o evento de lançamento do Instituto Galo contou com a presença de três ex-atletas: os atacantes Paulo Isidoro (com 399 jogos e 98 gols pelo clube nas décadas de 1970 e 1980), Ubaldo Miranda (marcou 135 gols em 274 partidas nas décadas de 1950 e 1960) e Marinho (defendeu o clube entre 2006 e 2007 e foi o artilheiro da Série B de 2006).