Anuncio ramises
Principal 3
Principal 2
Principal 4
novo super
banner topo
unifem novo
Principal 5
outubro rosa
Principal 6
unifem 1
Principal 1
Calculadora na mão

Galo campeão? Vitória nos 8 jogos em casa deixa time com 99% de chance de título

Melhor mandante, time alvinegro tem grande possibilidade de ficar com a taça apenas pontuando em BH

11/10/2021 08h42
Por: Ricardo Chaves

Por Itasat

Melhor mandante do Campeonato Brasileiro, o Atlético pode ficar mais próximo do título se continuar fazendo o “dever de casa” até o fim da competição. Com 53 pontos, o Galo chegaria aos 77 se ganhar todas as oito partidas restantes em Belo Horizonte. De acordo com o departamento de matemática da Universidade Federal de Minas Gerais, a equipe que atingir esta pontuação tem 99,3% de chances de ser campeã.

Pelo histórico do Brasileirão por pontos corridos com 20 clubes, a pontuação máxima que um time que terminou como vice-campeão atingiu foi 74 (Santos de 2019).

Os jogos em casa do Atlético serão contra: Santos (13/10), Cuiabá (24/10), Grêmio (3/11), América (7/11), Corinthians (data a definir), Juventude (data a definir), Fluminense (data a definir) e Red Bull Bragantino (data a definir).

Em 11 jogos em casa até o momento, o Atlético venceu nove, empatou um e perdeu outro (84,8% de aproveitamento). 

Desta forma, mesmo também sendo o dono da melhor campanha como visitante (25 pontos em 13 jogos), o Galo poderia se dar ao luxo de deixar pontos para trás nos duelos longe de Belo Horizonte para manter a alta probabilidade de ficar com a taça.

Líder disparado, o Atlético tem 11 pontos de vantagem para o Flamengo, segundo colocado. O Rubro-Negro, no entanto, tem dois jogos a menos que o Galo e ainda conta com o confronto direto, que será disputado no dia 30 de outubro, no Maracanã, para tentar reduzir a diferença e seguir vivo na luta pelo título brasileiro.

Pontuação do vice-campeão no Brasileiro com 20 clubes:

2020 – 70 (Internacional)

2019 – 74 (Santos)

2018 – 72 (Flamengo)

2017 – 63 (Palmeiras)

2016 – 71 (Santos)

2015 – 69 (Atlético)

2014 – 70 (São Paulo)

2013 – 65 (Grêmio)

2012 – 72 (Atlético)

2011 – 69 (Vasco)

2010 – 69 (Cruzeiro)

2009 – 65 (Internacional)

2008 – 72 (Grêmio)

2007 – 62 (Santos)

2006 – 69 (Internacional)