novo super
Principal 1
Anuncio ramises
Principal 5
Principal 2
Principal 4
Principal 3
Principal 6
Reforço internaciona

Godín é o 13º uruguaio na história a vestir camisa do Atlético; relembre os outros

Uruguaios estão em segundo lugar na lista de número de estrangeiros no clube alvinegro

13/01/2022 10h09
Por: Redação

Por Itasat

Confirmado pelo Atlético como o terceiro reforço para a temporada 2022, Diego Godín chegará para ser o novo xerife da zaga alvinegra. Com dois argentinos, um chileno, um colombiano e um venezuelano no elenco, o experiente jogador chega para ser o 13º uruguaio na história a vestir a camisa do Galo.

Os uruguaios estão em segundo lugar na lista de número de estrangeiros na história do Atlético. Os argentinos continuam sendo a maioria, com 18 jogadores no total.

Presença constante na seleção do Uruguai, Godín será o quinto zagueiro uruguaio na história do Galo. Antes dele, vestiram a camisa alvinegra Martín Rea (com apenas uma partida disputada entre 2018 a 2019), Gutiérrez (48 jogos entre 2002 a 2003), Kanapkis (27 partidas na temporada 1993) e Olivera (72 jogos entre 1983 a 1985).

Outros jogadores uruguaios que defenderam o Atlético na história estão os goleiros Mazurkiewicz (1972 a 1974), Percovich (1994) e Carini (2009 a 2010), os laterais-esquerdos Cincunegui (1968 a 1973), Fernando Rosa (1993 a 1994), Agustín Viana (2008) e Lucas Hernández (2019), que ainda tem contrato com o Galo, e o meia David Terans (2018 a 2019).

Godín já esteve em Belo Horizonte em duas oportunidades, ambas com a seleção uruguaia. A primeira foi em 2013 na disputa da Copa das Confederações. O zagueiro entrou em campo pela Celeste Olímpica no Mineirão contra o Brasil nas semifinais do torneio e viu a equipe ser derrotada por 2 a 1.

A segunda vez de Godín em BH foi em 2019, na Copa América disputada no Brasil. Na primeira fase da competição, o zagueiro esteve no gramado do Mineirão na goleada por 4 a 0 sobre o Equador.

Godín assinou contrato com o Atlético até 31 de dezembro de 2022 com opção de renovação. De acordo com informação apurada pela Itatiaia, a extensão é por mais uma temporada. Antes do defensor, o Galo já anunciou as contratações dos atacantes Ademir e Fábio Gomes, além de trazer de volta o zagueiro Vitor Mendes e o meio-campista Guilherme Castilho que estavam emprestados ao Juventude.

Campeão da Copa América pelo Uruguai em 2011, Godín disputou três Copas do Mundo (2010, 2014 e 2018). Jogando pelo Atlético de Madrid, o zagueiro conquistou os títulos da Liga Europa (2011/12 e 2017/18), Supercopa Europeia (2010, 2012 e 2018), Campeonato Espanhol (2013/14), Copa do Rey (2012/13) e Supercopa da Espanha (2014).

Confira a lista de jogadores uruguaios que já vestiram a camisa do Atlético:

Goleiros

Mazurkiewicz – 89 jogos (1972 a 1974)

Percovich – 8 jogos (1994)

Carini – 19 jogos (2009 a 2010)

Laterais-esquerdos

Cincunegui – 194 jogos e 1 gol (1968 a 1973)

Fernando Rosa – 7 jogos (1993 a 1994)

Agustín Viana – 13 jogos e 1 gol (2008)

Lucas Hernández – 7 jogos (2019)

Zagueiros

Olivera – 72 jogos (1983 a 1985)

Kanapkis – 27 jogos e 1 gol (1993)

Gutiérrez – 48 jogos (2002 a 2003)

Martín Rea – 2 jogos (2018 a 2019)

Diego Godín – 0 jogos (2022)

Meia

David Terans – 33 jogos e 2 gols (2018 a 2019)

*Dados retirados do Galo Digital