Dinheiro por Jóias
Loctem
Motociclista use capacete
Otica Santa Luzia
Cooperlíder Proteção Veicular
Forte Vidros
Escritório Jucema
IPTU PRORROGADO
Breno Campolina
Quality Ópticas
Almix
Auto Rodas
Ramses
Homeopatia São Lucas
Torneamento São Geraldo
Arnaldo Radiadores
Chama!!!
Ronaldo Cardans
Ótima
Digital Graph
Cartão de Todos
Helton Vidro Car
Sicoob
Evite Queimadas!
Casa da Arte
Locmaqfer
Ótica Pontual
como no voley

Presidente da Liga da Itália sugere implementação de desafio do VAR

Recurso serviria para acabar com possíveis injustiças, já que o árbitro de vídeo tem sido alvo de reclamações no Campeonato Italiano

11/05/2022 10h40
Por: Redação

Por Itasat

O árbitro de vídeo foi alvo de reclamações de Roma, Spezia e Bologna nas últimas rodadas do Campeonato Italiano, com marcações controversas e questionáveis. O técnico José Mourinho, por exemplo, ficou indignado com pênalti para a Fiorentina diante da Roma. Para acabar com as polêmicas, Lorenzo Casini, presidente da Liga Italiana, sugeriu nesta terça-feira que fosse instaurado o "desafio" do VAR no campeonato.

Na visão do dirigente, o recurso serviria para acabar com possíveis injustiças. Seria o mesmo que ocorre no vôlei, no qual cada técnico tem duas possibilidades de revisões por set. Casini sugeriu, mas não deu mais detalhes sobre como funcionaria a novidade.

"Acredito que devemos discutir melhorias", afirmou Casini ao programa de TV La Politica nel Pallone. "Uma que eu acho razoável é o desafio", enfatizou o dirigente, convicto que seria a melhor ideia para acabar com os questionamentos sobre a arbitragem.

"Dar, mesmo que apenas uma ou duas vezes, a cada equipe a chance de assistir novamente a uma ação específica. Acho que seria um sinal de abertura que não deve causar muitos problemas dentro das partidas.", continuou. "Acho que o equívoco básico é que o VAR não é câmera lenta, ao mesmo tempo que, na percepção do público, pretendia ser usado como câmera lenta em campo e não como mera assistência ao árbitro."

De acordo com o ex-árbitro Luca Marelli, comentarista da DAZN, essas mudanças só poderiam ser instaladas daqui duas temporadas, pois o protocolo de regras para a edição 2022/23 do Campeonato Italiano já está definido e não poderia ser mexido.