Ótica Pontual
Digital Graph
Auto Rodas
Loctem
Breno Campolina
Sicoob
Chama!!!
Dinheiro por Jóias
Ótima
Ronaldo Cardans
Casa da Arte
Motociclista use capacete
Espetbet três
Almix
Escritório Jucema
Locmaqfer
Torneamento São Geraldo
Quality Ópticas
Ramses
Homeopatia São Lucas
Otica Santa Luzia
Cooperlíder Proteção Veicular
Espetbet
Arnaldo Radiadores
IPTU PRORROGADO
Espetbet dois
Agrotop 3
Negócios

McDonald's venderá negócios russos e deixará país, em reação à guerra na Ucrânia

Rede de fast food que emprega mais de 60 mil pessoas venderá todas as filiais a restaurante russo

17/05/2022 11h23
Por: Redação

Por Itasat

Três décadas após entrar na Rússia como um símbolo do capitalismo nos escombros da União Soviética, o McDonald's anunciou, nesta segunda-feira, 16, que iniciará o processo de saída do país com a venda dos negócios locais. Segundo comunicado, a medida é uma resposta à "crise humanitária" decorrente da invasão russa da Ucrânia.

A empresa espera incorrer em encargo entre US$ 1,2 bilhão e US$ 1,4 bilhão com os planos de desinvestimento. A rede americana venderá todas as filiais russas de seus restaurantes a um comprador local, embora pretenda manter a posse da marca comercial no país. A prioridade é assegurar que os 62 mil empregados continuem sendo pagos até o fim da eventual transação e que consigam posições no futuro, de acordo com a nota.

Em março, poucas semanas após o início da ofensiva russa na Ucrânia, o McDonald's havia anunciado que fecharia temporariamente as mais de 800 lojas na Rússia. A decisão acompanhou um êxodo de empresas ocidentais do país, à medida que Estados Unidos e aliados adotaram uma série de sanções contra Moscou.

O CEO da companhia, Chris Kempczinski, afirmou que a decisão é difícil, mas inevitável. "Temos um compromisso com nossa comunidade global e devemos permanecer firmes em nossos valores. E nosso compromisso com nossos valores significa que não podemos mais manter os Arcos brilhando lá", disse, em referência aos arcos que são a marca registrada da multinacional.

Em Wall Street, a reação à notícia foi limitada. Por volta das 8h (de Brasília), a ação do McDonald's subia 0,35% no pré-mercado da Bolsa de Nova York.