Arnaldo Radiadores
Digital Graph
Dinheiro por Jóias
Forte vidros dois
Escritório Jucema
Sicoob
Chama!!!
Torneamento São Geraldo
Loctem dois
Agrotop Novo
Ótima
Auto Rodas
Espetbet 4
Ótica Pontual
Breno Campolina
Espetbet dois
Espetbet três
Ramses
Otica Santa Luzia
Espetbet
Clinica Dois
Casa da Arte
Espetbet 1
Espetbet 6
Cooperlíder Proteção Veicular
Quality Optcas
Homeopatia São Lucas
Carioca
metaverso

Brasil tem primeira simulação de cirurgia no metaverso do mundo

Profissionais esperam que tecnologia garanta mais acesso a tratamentos no futuro

03/08/2022 08h57
Por: Redação

Com Itasat

Metaverso, hololens e impressão 3D foram algumas das ferramentas usadas por Giselle Coelho, neurocirurgiã pediátrica do Sabará Hospital Infantil, para simular uma neurocirurgia de biópsia de um tumor cerebral por endoscopia. O processo teve a mentoria do avatar Geex, uma réplica hiper-realista de Giselle.

O personagem tem todas as informações sobre os movimentos finos referentes à técnica cirúrgica e pode guiar a médica para um melhor desempenho. Assim, juntam-se os mundos físico e digital — na medicina, uma das novas possibilidades é o aprimoramento das cirurgias robóticas, processo que ganha impulso com a chegada do 5G.

Além de avatares, a tecnologia permite a participação virtual de especialistas em cirurgias remotas. Isso elimina fronteiras geográficas e econômicas, e pode tornar os procedimentos mais acessíveis. “Esse projeto ajudará no compartilhamento de conhecimento clínico em cirurgias pediátricas complexas, como as neurológicas”, diz Giselle.

Ela destaca que, futuramente, vai ser possível oferecer a expertise dos especialistas do Sabará em regiões remotas. “Eles não teriam acesso a grandes centros para determinadas cirurgias e isso expande o conhecimento e amplia as opções de tratamento especializado para os pacientes”, aponta.

Como foi

Realizada no Centro Cirúrgico do Sabará Hospital Infantil, a simulação usou um boneco hiper-realista de bebê impresso em 3D. O modelo foi criado a partir de exames reais de um paciente e tinha suas características físicas. Giselle usou um HoloLens, dispositivo de realidade virtual que permite a interação no ambiente real a partir do uso de gestos e voz.

Rogério Carballo, gerente de novos negócios e telemedicina do Sabará Hospital Infantil, lembra que o Sabará é referência em alta complexidade no Brasil. “Com essa inovação tecnológica, reafirmamos nosso compromisso com o desenvolvimento e a capacitação médica e profissional, bem como com os cuidados para nossos pequenos pacientes”, diz.