Clinica Dois
Dinheiro por Jóias
Espetbet dois
Espetbet 4
Arnaldo Radiadores
Cooperlíder Proteção Veicular
Ramses
Torneamento São Geraldo
Espetbet
Espetbet três
Otica Santa Luzia
Digital Graph
Agrotop Novo
Casa da Arte
Ótima
Espetbet 1
Forte vidros dois
Sicoob
Auto Rodas
Quality Optcas
Escritório Jucema
Ótica Pontual
Chama!!!
Carioca
Loctem dois
Homeopatia São Lucas
Breno Campolina
Espetbet 6
criticou

Ronaldo diz que clubes brasileiros 'jogam dinheiro fora' ao demitir 3 a 4 técnicos por ano

Investidor do Cruzeiro, Ronaldo criticou a velha mania do futebol brasileiro em apostar em vários técnicos a cada temporada

04/08/2022 08h40
Por: Redação

Com Itasat

Em uma palestra sobre investimentos na noite desta quarta-feira (3), Ronaldo Fenômeno, acionista de 90% das ações da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) do Cruzeiro, criticou os clubes brasileiros que trocam de treinadores com frequência durante uma mesma temporada. Para o ex-jogador, as rescisões trabalhistas representam uma parte considerável das dívidas dos principais times do Brasil.

De acordo com Ronaldo, o futebol brasileiro possui grande potencial técnico e ótimos atletas. Contudo, para ele, falta controle financeiro às gestões dos clubes, o que impulsiona o crescimento dos débitos a longo prazo. Durante o evento, Ronaldo afirmou que não pensava em investir no país, mas decidiu participar da reconstrução da Raposa para "resgatar o orgulho da torcida".

"Meu maior incentivo para entrar nesse negócio foi o potencial do futebol brasileiro. Aqui, não temos o controle financeiro, que é o principal para os clubes pararem de fazer dívidas absurdas, mandar três, quatro treinadores embora por ano. É jogar dinheiro fora", enfatizou.

"O futebol brasileiro vai virar a página. Temos a matéria prima, que são os jogadores. Se a gente organizar direito o campeonato, temos tudo para fazer uma grande indústria do futebol", complementou Ronaldo.

Manutenção de Pezzolano no Cruzeiro

Dono do Cruzeiro, Ronaldo acertou, no dia 15 de junho, a renovação com o técnico Paulo Pezzolano até o final de 2023. Líder isolado da Série B e com um desempenho além das expectativas na competição, o trabalho do uruguaio já foi elogiado em diversas oportunidades pelo "patrão".

Atual vice-líder e um dos adversários diretos na briga pelo acesso à Série A, o Vasco segue procurando um novo comandante após a demissão de Maurício Souza, oficializada no dia 24 de julho. Zé Ricardo, que não teve bons resultados na temporada, deixou o Cruz-Maltino em comum acordo.

De forma Interina, o auxiliar Emilio Faro é o responsável à beira do campo pelo Vasco nas próximas rodadas enquanto a diretoria define um substituto.