Arnaldo Radiadores
Ótima
Casa da Arte
Homeopatia São Lucas
Espetbet 1
Ronaldo Cardans
Espetbet 6
Agrotop Novo
Ótica Pontual
Auto Rodas
Chama!!!
Carioca
Clinica Dois
Cooperlíder Proteção Veicular
Digital Graph
Espetbet dois
Sicoob
Espetbet
Quality Optcas
Dinheiro por Jóias
Ramses
Loctem dois
Breno Campolina
Escritório Jucema
Espetbet 4
Torneamento São Geraldo
Forte vidros dois
Otica Santa Luzia
Espetbet três
pesquisa

Segundo turno: Lula tem 54%, Bolsonaro, 38%, diz Datafolha

No levantamento anterior, divulgado no dia 9 de setembro, Lula tinha 53% e Bolsonaro 39%

16/09/2022 08h39
Por: Redação

Com Itasat

Na simulação de segundo turno da pesquisa Datafolha publicada nesta quinta-feira, 15, Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem 54% das intenções de voto, enquanto o presidente Jair Bolsonaro (PL) aparece com 38%. No levantamento anterior, divulgado no dia 9 de setembro, Lula tinha 53% e Bolsonaro 39%.

A pesquisa é contratada pela Folha de S.Paulo e pela Globo e foi realizada entre 13 e 15 de setembro. Foram entrevistados 5.926 eleitores presencialmente em 300 municípios. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-04099/2022. A margem de erro é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos.

Primeiro turno

No levantamento que apurou as intenções de voto para o primeiro turno, Lula lidera com 45% das intenções de voto, contra 33% de Jair Bolsonaro.

O petista manteve o mesmo número da pesquisa anterior, enquanto Bolsonaro oscilou um ponto para baixo. A vantagem agora é de 12 pontos porcentuais.

O chefe do Executivo é seguido pelo ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT), com 8%, e pela senadora Simone Tebet (MDB-MS), que tem 5%. A senadora Soraya Thronicke (União Brasil-MS) tem 2%. A pesquisa ainda aponta que 4% não irão votar e que 2% não responderam. Os demais candidatos não responderam.

Mais da metade do eleitorado (53%) diz que não votaria em Bolsonaro de jeito nenhum, Lula, segundo colocado neste recorte, é reprovado por 38% dos entrevistados. Ele é seguido por Ciro e Tebet, com 24% e 14% de desaprovação, respectivamente.