Chama!!!
Otica Santa Luzia
Clinica Dois
Agrotop Novo
Ramses
Loctem dois
Loc moral
Espetbet 4
Espetbet três
Arnaldo Radiadores
Ótima
Espetbet dois
Escritório Jucema
Ronaldo Cardans
Ótica Pontual
Espetbet
Torneamento São Geraldo
Dinheiro por Jóias
Espetbet 6
Forte vidros dois
Sicoob
Breno Campolina
Homeopatia São Lucas
Espetbet 1
Loc moral 3
Auto Rodas
Carioca
Digital Graph
Agro loc
Quality Optcas
Cooperlíder Proteção Veicular
Negócios

Índice de Confiança do Comércio tem queda de 3,8 pontos no mês de outubro

Segundo a FGV, responsável pelo cálculo do Índice, a piora ocorre nos quesitos que medem a situação atual quanto nas perspectivas sobre os próximos...

24/11/2022 17h15
Por: Redação
Fonte: Agência Dino
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Após dois meses em alta, a confiança do Comércio voltou a cair no mês de outubro. De acordo com a Fundação Getulio Vargas (FGV), responsável pelo Índice de Confiança do setor (ICOM), a queda no décimo mês do ano foi de 3,8 pontos, passando de 101,8 para 98,0 pontos. A entidade constatou que a piora ocorre nos quesitos que medem a situação atual (ISA-COM) quanto nas perspectivas sobre os próximos meses (IE-COM).

O boletim de outubro mostra que o ISA-COM caiu 3,4 pontos para 102,3 pontos, menor desde maio (101,1 pontos). Já o IE-COM, recuou 4,1 pontos, para 93,8 pontos, menor nível desde julho (84,8 pontos). Neste caso, a FGV relata que os indicadores sobre o futuro se mantêm abaixo dos indicadores sobre o presente, sugerindo cautela dos empresários do setor mesmo com uma situação mais favorável, quando o índice está acima de 100 pontos.

O bom momento do comércio anterior ao mês de outubro foi atestado por outra pesquisa, dessa vez feita pelo Instituto Brasileiro de Pesquisa e Estatística (IBGE). A Pesquisa Mensal do Comércio (PMC), última edição divulgada pela entidade, constatou que o volume de vendas do comércio cresceu 1,1% na passagem de agosto para setembro. Foi o primeiro crescimento em cinco meses. Na comparação com o mês de setembro de 2021, a alta foi de 3,2%.

Em uma economia ainda de altos e baixos, quem atua com vendas precisa estar preparado para as oscilações que se intensificaram após a pandemia da Covid-19. Na avaliação do gestor de negócios Ramon Francisco Garcia Tomas, uma maneira de manter resultados dentro do que foi planejado pelos departamentos comerciais das empresas é adotar uma visão sistêmica de todo negócio. "Ter uma visão de todo o processo de concepção de um produto, pode mitigar de forma mais assertiva as fraquezas e fortalezas do processo de produção, que podem influenciar diretamente no momento de posicionar o produto em um mercado altamente competitivo”, comenta.

Tomas ressalta que decisões baseadas em dados são primordiais para os empresários que querem evitar prejuízos. Com experiência de 17 anos na área comercial de grandes empresas, ele acrescenta que com todas as características do processo e do produto identificados, e com o auxílio de análises estruturadas de mercado, é possível tomar decisões baseadas em estudos que podem promover ações mais robustas para o aumento de vendas e, consequentemente, do lucro das empresas. “Ter esta visão sistêmica baseada em dados, minimiza drasticamente a possibilidade de apostar em ações erradas, que podem levar ao fim de um produto ou empresa”, alerta.

Tomas ressalta que a análise de dados deve abranger informações sobre o mercado, marketing e produto. “Se entendermos que todo resultado comercial é diretamente influenciado pelo mercado, marketing e produto - e sabendo que quando falamos de produto, isso contempla todo processo industrial e logístico - conseguimos identificar variáveis importantes, que podem gerar melhor posicionamento às características de mercado e consequentemente melhores vendas”, conclui.