Chama!!!
RR MÍDIA 3
Coperlidere
Tecnologia

Horas da Vida impacta 2,1 milhões de pessoas em 10 anos

Para os próximos 5 anos, a organização sem fins lucrativos tem expectativa de dobrar o volume de beneficiados 

15/09/2023 08h45
Por: Redação
Fonte: Agência Dino
Horas Da Vida
Horas Da Vida

Em setembro, o Instituto Horas da Vida, organização sem fins lucrativos que oferece atenção a saúde primária, educação e assistência social para pessoas em vulnerabilidade social, completa uma década de atuação. Durante esse período, foram entregues 741.870 mil benefícios, impactando 2,1 milhões de pessoas. Entre os benefícios, 192.379 foram de triagens, consultas médicas, educação em saúde e exames gratuitos, e 491.829 foram de outras ações, como doações de cestas básicas, medicamentos e outros produtos.  

Esses números contribuem para a redução das filas de atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com o “Mapa do acesso da Saúde em São Paulo”, pesquisa encomendada pelo Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do estado de São Paulo (SindHosp), ao Instituto de Pesquisa Qualibest, os principais desafios do SUS são o tempo de espera (54%), o encaminhamento para realização de exames (38%) e a assistência básica (24%). 

Dr. Gonzalo Vecina, médico sanitarista e presidente do Conselho Consultivo do Instituto Horas da Vida, reforça o impacto da organização na redução dessas filas. “O SUS é imprescindível para a população brasileira, mas são milhões de pessoas que dependem do seu atendimento para ter acesso à saúde. O Instituto Horas da Vida acaba sendo um grande auxiliador, pois consegue suprir parte da maior demanda de saúde do país, que é a de atenção primária, deixando o atendimento do SUS livre para casos de maiores urgências”, explica o médico. “Sou parceiro do Horas da Vida desde o seu início e vejo o quanto o trabalho desenvolvido pelo projeto tem transformado vidas com a ajuda dos mais de 2,5 mil profissionais de saúde que já doaram suas horas para o projeto”, complementa. 

“Nós nascemos da vontade de gerar impacto social positivo e, hoje, atuamos como um hub de conexões entre empresas que nos contratam para atender uma comunidade, profissionais de saúde que doam suas horas para o projeto e ONGs do Brasil inteiro”, conta Rubem Ariano, CEO e fundador do Instituto Horas da Vida. “Esse modelo é tão eficaz que tem levado boas taxas de retorno para a sociedade”. A cada R$1,00 real investido, a organização retornou mais de R$ 7,00 para a sociedade nos últimos anos por meio de seus projetos. 

Rubem ainda conta que, para os próximos cinco anos, pretende dobrar a quantidade de pessoas impactadas, alcançando o número de 4,2 milhões. “Nosso primeiro passo será investir em tecnologia, e neste sentido atuamos fortemente em busca de parceiros, para aumentar o ciclo de cuidado, que é a jornada do paciente dentro do voluntariado, e nosso hub de conexão. Mas também pretendemos expandir o atendimento à saúde por meio de novos patrocinadores e buscar parcerias com universidades e empresas com áreas de pesquisa para atuar na educação e na conscientização de forma mais enfática”, compartilha o CEO. 

Sobre o Instituto Horas da Vida 

O Instituto Horas da Vida é uma instituição sem fins lucrativos que atua desde 2013 por meio de uma rede de voluntários de profissionais da saúde, promovendo a inclusão social e o acesso gratuito à saúde para pessoas em situação de vulnerabilidade social. A organização atua com foco na atenção primária em 12 especialidades e tem ações como consultas, exames, mutirões, palestras sobre saúde e doações de óculos. Entre outras certificações, detém o Selo Doar, que atesta a transparência nas ONGs brasileiras.