tia lili topo
R$ 13,7 milhões

Dedé alega em processo que está há 10 meses sem receber salário do Cruzeiro

Valor total pleiteado pelo zagueiro só referente aos vencimentos atrasados chega a R$ 13,7 milhões

12/01/2021 09h43
Por: Ricardo Chaves

Por Itasat

No processo que move contra o Cruzeiro pedindo a rescisão do contrato, já negado pelo juiz, o zagueiro Dedé alega que está há dez meses sem receber nenhum centavo de salário do clube celeste. Na tabela apresentada pela defesa do jogador na ação, a Raposa deixou de pagar os vencimentos do atleta a partir de março de 2020.

A última vez que Dedé teria recebido do clube celeste foi em fevereiro do ano passado, quando o Cruzeiro efetuou o pagamento de R$ 150 mil acordado com Dedé na repactuação salarial devido à redução drástica nas receitas do clube por causa do rebaixamento para a Série B do Campeonato Brasileiro.

Além disso, ainda de acordo com os advogados de Dedé, o Cruzeiro começou a atrasar o pagamento em 2019. Entre maio e agosto daquele ano, a Raposa pagou somente uma parte do salário. De setembro a dezembro de 2019, o clube celeste deixou de quitar a integralidade dos vencimentos do jogador. Os 13º salários de 2019 e 2020 também seguem em aberto.

Desta forma, no total, o Cruzeiro estaria devendo quatro meses completos de salário a Dedé (referentes a 2019) e outros dez meses do valor da repactuação feita no início de 2020 (o equivalente a R$ 150 mil mensais, teto estabelecido pela diretoria como sendo o possível a ser pago devido à queda de arrecadação).

O valor total pleiteado por Dedé na Justiça somente referente aos salários atrasados chega a R$ 13,7 milhões.

Dedé afirma ainda que o Cruzeiro deve R$ 704.400,00 em relação ao FGTS. De acordo com o jogador, de maio de 2019 a dezembro de 2020, o clube só realizou depósitos entre janeiro e junho de 2020, mesmo assim de forma parcial.

Dedé não entra em campo desde outubro de 2019, quando precisou passar por uma nova cirurgia no joelho direito. A última partida do zagueiro foi no dia 19 de outubro do ano retrasado, na vitória por 2 a 1 sobre o Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro. O jogador faz tratamento no Rio de Janeiro e está em reta final de recuperação, mas ainda não tem previsão de voltar aos treinos.