Principal 2
Principal 3
Prefeitura Sete Lagoas home
Principal 6
Principal 5
Principal 1
Principal 4
Jorge Desio

Galo: 'Expectativa sempre foi mirar o mais alto', diz auxiliar de Sampaoli

Jorge Desio concedeu coletiva devido à expulsão de Sampaoli na partida

22/02/2021 08h53
Por: Ricardo Chaves

Por Itasat

Expulso, o técnico Jorge Sampaoli não pôde conceder entrevista coletiva após a vitória do Atlético por 3 a 2 sobre o Sport nesse domingo (21), pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro. Coube ao auxiliar Jorge Desio analizar o resultado que garantiu o alvinegro na fase de grupos da Copa Libertadores.

"Foi um jogo e uma vitória importante, com muito esforço, e os jogadores merecem nossos parabéns. Essa coisa de 'matar o jogo' não existe, é um ditado que não faz sentido. Se todos pudessem fazer isso, certamente aconteceria", disse ao citar as chances que o Galo perdeu de fazer gol e evitar que o confronto fosse decidido apenas nos minutos finais.

"Sofremos um gol de bola rolando e um de pênalti, somos uma equipe que faz muitos gols e precisamos nos defender em um espaço grande do campo, já que temos sempre essa proposta de jogar pra frente", analisa Desio.

Expectativa 

Désio também fez um balanço da temporada sob comando da comissão técnica de Jorge Sampaoli. Restando duas rodadas para o término do Brasileiro, o Galo já não tinha chances de brigar pelo título. Mas sempre se manteve na briga pelas cabeças da competição.

"Falta um jogo (contra o Palmeiras, na próxima quinta-feira), que devemos estar muito concentrados. Mas a expectativa sempre foi mirar o mais alto, saímos campeões do Mineiro, hoje a equipe briga pelos primeiros quatro lugares. Não temos assegurada a classificação no grupo dos quatro (primeiros), mas estamos próximos. Isso veio com muito trabalho e sacrifício dos jogadores, do clube", destacou. 

Despedida?

Por causa da expulsão, Sampaoli está suspenso contra o Palmeiras e pode ter comandado o Galo pela última vez em uma partida. O técnico tem proposta do Olympique de Marseille, da França, e deve confirmar a saída do Atlético nos próximos dias. O clube mineiro já trabalha em possíveis substitutos. 

Conforme já noticiado pela Itatiaia, a imobiliária que alugou a casa onde Sampaoli mora já teria sido avisada que a residência será entregue após o dia 25. O carro do treinador também foi colocado à venda. 

O contrato firmado entre Atlético e Sampaoli tem validade até o fim de 2021 e prevê ganhos por objetivos alcançados. Com isso, é vantajoso financeiramente para o técnico que o Atlético alcance vaga direta à fase de grupos da Libertadores.

Multa rescisória

Um dos fatores para que a saída seja tratada com cautela no Galo é a multa rescisória de 660 mil euros (cerca de R$ 4,2 milhões). Há uma corrente na diretoria alvinegra que não quer abrir mão do dinheiro e pretende “cozinhar” Sampaoli até que ele comunique a saída, para que o clube receba o valor.

Substituto

Renato Portaluppi, técnico longevo do Grêmio, é nome forte. O clube alvinegro enxerga nele qualidades presentes em Sampaoli, além de ser um treinador acostumado ao futebol brasileiro. Informações de veículos de imprensa do Rio Grande do Sul apontam para indefinição sobre a permanência dele no tricolor gaúcho, que já teria, inclusive, pré-acordo com Tiago Nunes para substituí-lo.