Principal 5
Principal 3
Principal 6
Principal 2
Principal 1
Sete Lagoas
Principal 4
Novo Sete
Vacinação

Ainda com baixa adesão, vacinação contra a gripe entra na 3ª fase em Sete Lagoas

A vacinação contra a gripe vai entrar em sua última fase e todos os grupos prioritários estão com média baixa de vacinação

09/06/2021 08h27Atualizado há 4 dias
Por: Ricardo Chaves

Por Ascom Prefeitura

A Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe entra em sua última fase nesta quarta-feira, 9 de junho, contabilizando uma adesão bem abaixo do preconizado pelo Ministério da Saúde em todos os grupos contemplados nas etapas anteriores. Até o momento, a cobertura geral em Sete Lagoas fica em apenas 38% e a meta é chegar a 90% até o fim do ciclo, que será encerrado no dia 7 de julho.

A campanha começou no dia 12 de abril, com o primeiro grupo formado por crianças a partir de 6 meses de idade até antes de completar 6 anos, gestantes em qualquer fase da gravidez, puérperas até 45 dias após o parto e profissionais de saúde. Já a segunda fase contempla idosos a partir de 60 anos e professores das redes pública e privada.

A terceira e última fase da campanha começa nesta quarta-feira, 9, e desta vez, os alvos são pessoas com comorbidades, condições clínicas especiais ou com deficiência permanente, integrantes das Forças Armadas, de segurança e de salvamento; caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário; trabalhadores portuários; funcionários do sistema de privação de liberdade; população privada de liberdade; e adolescentes em medidas socioeducativas.

Qualquer pessoa que faz parte dos grupos prioritários deve procurar uma das 19 salas de vacinação da Secretaria Municipal de Saúde (lista abaixo). “É muito importante destacar que deve haver um intervalo de pelo menos 14 dias após a aplicação da vacina contra a Covid-19. Como estamos evoluindo muito no calendário de imunização contra a Covid-19, muitas pessoas devem se atentar sobre isso”, explica Guilherme Menezes, responsável técnico de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde.

Este ano a imunização ganha grande importância, já que além de evitar complicações decorrentes da gripe provocada pelo vírus, diminui a sobrecarga no sistema de saúde, que vive momento de saturação em função da pandemia do coronavírus. Mesmo quem já se vacinou contra a gripe nos anos anteriores deve tomar uma dose na campanha deste ano. Isso porque, a cada temporada, podem ocorrer mudanças em relação aos tipos de vírus circulantes.

BALANÇO

O levantamento parcial desta semana mostra que a cobertura dos grupos é a seguinte: crianças (66%), gestantes (59%), puérperas (84%), trabalhadores da saúde (75%), idosos (36%) e professores (48%).

PONTOS DE VACINAÇÃO

Centros de Saúde Manoa, São João, Progresso, Orozimbo Macedo, Montreal, Várzea, Santo Antônio e Santa Luzia.

UBS Cidade de Deus, Luxemburgo e Belo Vale.

ESFs Catarina, CDI I, Itapoa 2, Esperança, Fazenda Velha, Barreiro, Eldorado e Alvorada.