Principal 3
Principal 4
Principal 1
Anuncio ramises
Novo Sete
Principal 5
Sete Lagoas
Principal 6
novo super
Principal 2
Sem novidade

Lideranças políticas e o TSE reagem após Bolsonaro não apresentar provas de fraudes nas eleições

Presidente foi bastante criticada por políticos de oposição e de centro

30/07/2021 09h03
Por: Ricardo Chaves

Por Itasat

Lideranças políticas e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) reagem às declarações do presidente Jair Bolsonaro em live dessa quinta-feira (29). Em transmissão ao vivo de 2 horas, o presidente não apresentou, como prometeu em entrevista à Itatiaia, provas de fraudes nas eleições e deixou claro ter somente suspeitas. 

"Não temos provas, vou deixar bem claro, mas indícios que eleições para senadores e deputados podem ocorrer a mesma coisa", disse Bolsonaro.

Além de não apresentar as provas prometidas,Bolsonaro usou notícias e vídeos que já foram desmentidos diversas vezes por órgãos oficiais. Durante a live, a conta oficial do TSE desmentiu pelo menos 18 acusações feitas pelo presidente. Após a transmissão, lideranças políticas reagiram às declarações do presidente.

O deputado Major Hugo (PSL), aliado do Palácio do Planalto, defendeu o presidente e o voto impresso. “Querer o voto impresso auditável com contagem pública é querer reforçar a nossa democracia. É por isso que a gente vai se mobilizar para que no dia 1º de agosto a maioria da população brasileira, junto conosco, manifeste a favor do voto auditável”, disse o parlamentar, sem citar que o atual sistema pode ser auditado antes, durante e depois das votações.

Por outro lado, a live de Bolsonaro foi bastante criticada por políticos de oposição e de centro. A líder do Cidadania no Senado, Eliziane Gama, afirmou que Bolsonaro fez uma live com vídeos requentados e teorias delirantes, além de não ter provado absolutamente nada contra as urnas eletrônicas.

Na Câmara dos Deputados, o vice-presidente da Casa, Marcelo Ramos (PL), disse que a 'montanha pariu um rato' e que o Bolsonaro não apresentou provas de fraudes nas eleições e usou frases desconexas. 

PSD

O PSD, partido derrotado nas eleições de 2014, quando Bolsonaro diz ter ocorrido suposta fraude, destacou por meio de nota que o presidente Jair Bolsonaro ofereceu na live um festival de argumentos constrangedores e patéticos. Para o partido, o máximo que o presidente conseguiu foi deixar a sociedade perplexa com o nível de bizarrices apresentadas. A sigla ainda reafirmou a confiança no sistema eleitoral do Brasil.