Principal 4
Principal 6
Principal 2
Anuncio ramises
Principal 1
Principal 3
Principal 5
novo super
DICAS IMPORTANTES!

Veja truques que vão te ajudar a acabar de vez com o problema do mofo em casa

Professora do Cefet explica como resolver a 'dor de cabeça' dentro de casa

12/01/2022 09h24
Por: Redação

Por Itasat

A chuva mexe com o nosso olfato. Quando ela cai sobre a grama, dá para sentir um cheiro diferente no ar. Quando a gente lava a roupa e ela demora a secar por causa do tempo úmido, fica aquela “inhaca”. Dá vergonha de sair na rua com uma camisa assim. Dentro de casa, chove por alguns dias, começa um cheiro diferente: é o mofo que começa a aparecer nas paredes. 

Como faz para se livrar dessa perturbação? Quem fala mais sobre o assunto é a Professora de Microbiologia do Departamento de Química do Cefet-MG, Fernanda Badotti. 

“O mofo também é chamado de bolores, porque é um fungo. Para um microrganismo se multiplicar, quando a gente vê essas manchas esverdeadas na parede, ele já se multiplicou e estamos conseguindo ver a olho nu, que representa uma quantidade grande de microrganismos. Por que ele se multiplicou ali? Porque tem uma condição adequada. Essa condição é a umidade. Nesse período longo de chuvas, é inevitável que se formem”, detalha Fernanda.

De acordo com a professora, os banheiros também são locais em que o mofo costuma ser visto com maior frequência.

“O mofo se multiplica na forma de micélios, então forma essa massa logodonosa. Outro local que adoram é o banheiro, justamente porque fica água, um ambiente úmido”, complementa.

Fernanda Badotti também falou sobre o mofo na parede mesmo em locais que não bate muito Sol.

“Para prevenir, a gente precisa evitar ou reduzir a umidade, que é difícil nesses momentos de tantas chuvas. Sem Sol, sem ventilação, é difícil de prevenir. A gente precisa ter um ambiente com umidade mais baixa para evitar essa multiplicação. Sempre que possível, abrir a nossa casa, ventilar, colocar ventilador, abrir os guarda-roupas”, diz a professora.

Fernanda Badotti ainda explica como medidas de higiene podem afastar os mofos dentro de casa.

“O que a gente precisa fazer primeiro é uma remoção desses mofos que estão aparentes. Você pode fazer isso utilizando um pano embebido em uma solução com água e sabão até ver que houve a remoção na parede e depois complementar essa limpeza com algum sanitizante. Um sanitizante muito eficiente é a água sanitária. A diluição que se utiliza é de 100 ML de água sanitária para cada litro de água, mas recomendo que sempre a gente olhe o rótulo da concentração. Ela pode variar de uma marca pra outra”, conta.

“Outra coisa que eu gosto é usar saquinhos para umidade. Você pode fazer saquinhos com giz, com cal, e a sílica é um excelente absorvente de água, de umidade. A gente encontra saquinhos de sílica em supermercado, tem até opções aromatizadas interessantes porque às vezes o fungo pode deixar um odor ali, aí você já resolve os dois problemas” conclui.

O mofo é perigoso à saúde?

“Os mofos, em geral, não causam doenças, então a gente não precisa ter essa preocupação tão grande. Eles podem causar problemas em pessoas que tem pré-disposição a alergias, problemas respiratórios, mas isso normalmente acontece na temporada de tempo seco, que essas pessoas apresentam um pouco mais de dificuldade respiratória”, diz Fernanda Badotti.