Torneamento São Geraldo
Sicoob
Almix
Espetbet dois
Ótima
Breno Campolina
Auto Rodas
Espetbet
Homeopatia São Lucas
Ronaldo Cardans
Dinheiro por Jóias
Chama!!!
Ótica Pontual
Digital Graph
Cooperlíder Proteção Veicular
Locmaqfer
Loctem
Quality Ópticas
Escritório Jucema
Otica Santa Luzia
Agrotop 3
Ramses
IPTU PRORROGADO
Motociclista use capacete
Espetbet três
Arnaldo Radiadores
Casa da Arte
imposto

Taxa de Licenciamento em Minas Gerais irá reduzir de R$ 135 para cerca de R$ 20

Governador Romeu Zema confirmou que irá sancionar lei aprovada na Assembleia Legislativa

18/05/2022 09h56
Por: Redação

Por Itasat

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), confirmou, nesta terça-feira (17), que irá sancionar o projeto de lei que reduz o valor da Taxa de Licenciamento veicular no Estado. A proposta foi aprovada pela Assembleia Legislativa na última semana. 

O valor da taxa, que neste ano foi de R$ 135,95 varia conforme o orçamento destinado ao Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) e o tamanho da frota do Estado. A partir do ano que vem, essa taxa deve ser reduzida para algo em torno de R$ 20. 

"Vai ser sancionada, sim. Quero dizer que, neste momento de dificuldades, em que todos estão pagando uma conta caríssima por conta da inflação, no alimento, no transporte e no combustível, o estado tem feito tudo o que está em seu alcance", declarou Zema durante evento de entrega de títulos agrários. 

O projeto de lei original, de autoria do deputado estadual Cleitinho Azevedo previa a extinção da taxa. De acordo com o parlamentar, a cobrança não faria mais sentido já que o Detran não emite o documento em papel e envia para as casas dos proprietários de automóveis. Esse procedimento, hoje, é feito totalmente online. 

No entanto, uma mudança foi feita no texto para manter a cobrança da taxa, mas com um valor menor do que o atual - e que acabou sendo aprovada pela Assembleia. 

Conforme o texto, a Taxa de Licenciamento será calculada dividindo-se o orçamento destinado ao Detran-MG pelo número de veículos registrados em Minas Gerais. Para isso, será preciso que a memória de cálculo da Taxa de Licenciamento seja publicada até o mês de dezembro do ano anterior ao da cobrança para que a taxa possa ser calculada. Se isso for descumprido, os consumidores ficarão isentos do pagamento da taxa.