Homeopatia São Lucas
Clinica Dois
Espetbet dois
Escritório Jucema
Espetbet 1
Digital Graph
Loctem dois
Espetbet três
Quality Optcas
Casa da Arte
Otica Santa Luzia
Torneamento São Geraldo
Ótima
Espetbet
Ótica Pontual
Sicoob
Espetbet 4
Cooperlíder Proteção Veicular
Chama!!!
Auto Rodas
Forte vidros dois
Espetbet 6
Dinheiro por Jóias
Agrotop Novo
Breno Campolina
Ramses
Carioca
Arnaldo Radiadores
luto

Morre empresária que estava internada depois de fazer cirurgia estética

O procedimento de lipoabdominoplastia foi feito na última quarta-feira (27), em uma clínica no bairro de Lourdes, na Região Centro-Sul de BH

03/08/2022 11h55
Por: Redação

Com Itasat

A empresária Fabíola Corrêa da Silva, de 54 anos, que teve complicações de uma cirurgia plástica em Belo Horizonte, morreu. O corpo deve ser liberado do Hospital Metropolitano Odilon Behrens, no bairro São Cristovão, na Região Noroeste de Belo Horizonte, ainda nesta quarta-feira (3). As informações foram divulgadas pela família da paciente.

O procedimento de lipoabdominoplastia foi feito na última quarta-feira (27), em uma clínica, localizada na Avenida do Contorno, Bairro de Lourdes, na Região Centro-Sul de BH. Segundo familiares, a paciente teve um "apagão" enquanto dormia no quarto, após o procedimento.

Ela teria ficado sem sinais vitais e os médicos precisaram reanimá-la. Pela gravidade do caso, ela foi transferida ao hospital Odilon Behrens.

Familiares denunciam, na semana passada à Itatiaia, possíveis erros médicos, pois foram informados por profissionais da unidade de saúde que o pulmão da paciente teria sido perfurado. Ela também apresentava drenos e acesso de sangue instalados em locais incorretos.

Por meio de nota, o advogado da médica cirurgiã plástica afirmou que o procedimento aconteceu sem quaisquer intercorrências e sempre atuou com responsabilidade com a paciente.

"A cirurgia ocorreu no período da manhã do dia 27 de fevereiro, tendo terminado no mesmo dia no início da tarde, tendo a paciente, após a recuperação pós-anestésica, sido encaminhada para o quarto, quando encontrava-se bem e interagindo com a família", disse.

Por volta das 20h, a enfermagem foi providenciar a troca do soro que havia terminado. "Nesse momento verificou-se que a paciente havia sofrido uma parada cardio-respiratória, o que foi de pronto informado aos seus familiares, tendo sido a paciente, imediatamente, submetida a protocolo de reanimação cárdio-respiratória pela Equipe de Anestesia do Hospital", completou.

A paciente foi estabilizada e foi transferida em UTI móvel para o Hospital Odilon Behrens. Segundo a médica, ''durante todo o percurso a paciente se encontrava estável sendo preservada sua saúde, segurança e zelo.''

Ainda de acordo com a nota, "os profissionais do Odilon Behrens já informaram que não ocorreu embolia pulmonar nem perfuração de pulmão da paciente. Informa ainda a médica que serão realizados exames complementares com objetivo de obter a causa da intercorrência que a paciente sofreu."