Espetbet 1
Ótima
Espetbet dois
Espetbet 6
Espetbet
Espetbet três
Forte vidros dois
Ronaldo Cardans
Dinheiro por Jóias
Agrotop Novo
Digital Graph
Arnaldo Radiadores
Quality Optcas
Espetbet 4
Chama!!!
Sicoob
Breno Campolina
Auto Rodas
Clinica Dois
Ramses
Homeopatia São Lucas
Torneamento São Geraldo
Casa da Arte
Loctem dois
Cooperlíder Proteção Veicular
Ótica Pontual
Carioca
Otica Santa Luzia
Escritório Jucema
discursou

Em Montes Claros, Alexandre Kalil prega 'voto útil' em Lula

Candidato ao Governo de Minas pediu voto para o presidente e disse a eleitores para convencerem amigos e vizinhos

16/09/2022 09h09
Por: Redação

Com Itasat

O candidato ao Governo de Minas e ex-prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), pregou abertamente o chamado "voto útil" para que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) seja eleito em primeiro turno. A estratégia tem sido discutida nos últimos dias para que a campanha petista se esforce para tirar votos de outros candidatos, principalmente de Ciro Gomes (PDT), a fim de conseguir mais de 50% dos votos válidos no dia 2 de outubro.

"Temos que avisar para aquele amigo, aquele vizinho, todos aqueles que querem escolher um número para presidente que não seja o 13, provavelmente, têm o risco de votar pela última vez", discursou Kalil durante comício em Montes Claros, no Norte de Minas.

O candidato, que está atrás de seu adversário Romeu Zema (Novo) nas pesquisas de intenção de voto para o Governo de Minas, ainda completou.

"Eu preciso que levem meu nome para todos, mas existe uma questão de sobrevivência que é eleger Lula dia 2 de outubro. Nós temos que pregar o voto útil nesse país, agora não temos mais solução. Ou vamos votar para eleger Lula no primeiro turno, ou quem apertar outro número, nunca mais vai apertar um número", disse.

Kalil também criticou a decisão do presidente Jair Bolsonaro (PL) de viajar à Inglaterra para comparecer ao funeral da Rainha Elizabeth, morta na última quinta-feira (8).

"Está indo chorar a morte da Rainha, mas não derramou uma lágrima pelos filhos, pelos amigos pela tragédia de 670 mil pessoas que foram embora porque faltou vacina, porque faltou remédio, porque faltou médico e, principalmente, faltou coração", completou.

'Norte vota junto'

Ainda durante o seu discurso em uma praça de Montes Claros, Kalil ressaltou que os eleitores do Norte de Minas 'votam junto'.

"Estamos em um lugar que vota junto, vota na cola, que vai dar uma votação espetacular para Lula, para Kalil e para Silveira. Aqui sempre foi o mar vermelho", disse.

A campanha de Kalil tem sentido a falta de apoio de diversos candidatos do seu próprio partido a seu nome. Levantamento feito pela Itatiaia mostra que mais da metade dos candidatos a deputado federal e estadual do PSD não fazem campanha para Kalil em suas redes sociais.

Nesta semana, durante uma agenda de campanha no Sul de Minas, ao lado do candidato a vice-presidente, Geraldo Alckmin (PSB), Kalil se irritou ao ver a foto de um correligionário ao lado de Zema e de Alexandre Silveira em um anúncio em jornal impresso.

"Leva lá, mostra para o Lula", disse irritado com o material em mãos.