Breno Campolina
Quality Optcas
Chama!!!
Arnaldo Radiadores
Dinheiro por Jóias
Loc moral
Espetbet 4
Torneamento São Geraldo
Loc moral 3
Espetbet dois
Auto Rodas
Homeopatia São Lucas
Agrotop Novo
Ótima
Agro loc
Digital Graph
Sicoob
Espetbet três
Escritório Jucema
Clinica Dois
Forte vidros dois
Ronaldo Cardans
Ótica Pontual
Cooperlíder Proteção Veicular
Carioca
Espetbet 6
Espetbet 1
Loctem dois
Otica Santa Luzia
Ramses
Espetbet
Câmara dos Deputados

Comissão aprova doação de área federal para estado do Acre implantar unidade de conservação

Pablo Valadares /Câmara dos Deputados O relator Pedro Lupion recomendou a aprovação da proposta A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abasteciment...

24/11/2022 10h05
Por: Redação
Fonte: Agência Câmara de Notícias
O relator Pedro Lupion recomendou a aprovação da proposta - (Foto: Pablo Valadares /Câmara dos Deputados)
O relator Pedro Lupion recomendou a aprovação da proposta - (Foto: Pablo Valadares /Câmara dos Deputados)

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados aprovou o projeto que autoriza a União a doar ao estado do Acre uma área federal de 155,1 mil hectares, denominada Gleba Seringal Afluente, para implantação de unidade de conservação de uso sustentável.

A área está localizada em terras dos municípios de Feijó e Manoel Urbano. A doação foi solicitada ao Congresso Nacional pelo Ministério da Economia e teve aprovação do Conselho de Defesa Nacional (CDN), pois está em área de fronteira.

O Projeto de Decreto Legislativo (PDL) 335/21, do Senado, foi aprovado com parecer favorável do relator, deputado Pedro Lupion (PP-PR).

“Verificado o atendimento de todos os requisitos legais, quanto ao mérito não há que se questionar o valor da nobre destinação a ser dada a área, que é a implantação de unidade de conservação de uso sustentável pelo estado do Acre”, disse Lupion.

Tramitação
O projeto será analisado agora pela Comissão de Finanças e Tributação; e pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ). Em seguida irá para o Plenário da Câmara.