Distribuidora Ribeiro
Banner Home
Grande BH

Criminoso com 29 passagens solto em razão da pandemia morre após perseguição policial na Grande BH

Laender tem 29 passagens pela polícia, sendo cinco por assassinato

09/07/2020 08h43
Por: Ricardo Chaves

Por Itasat

Após intensa perseguição policial, assalto e de fazer famílias como reféns, Laender Faustino Pimenta, de 36 anos, um dos principais bandidos da Grande BH, foi morto na noite dessa quarta-feira (8), em Ribeirão das Neves, na Grande BH.

Laender tem 29 passagens pela polícia, sendo cinco por assassinato, e era considerado um dos indivíduos mais perigosos de toda a região metropolitana. Mesmo com a ficha extensa, ganhou liberdade em razão da pandemia do novo coronavírus.

A ocorrência dessa quarta-feira (8), teve início quando militares do Grupo Especial de Reação (GER) foram acionados após dois homens, que estavam em Nissan Centra clonado, furarem uma blitz no bairro Cabral em Contagem, também na Grande BH.

Os policiais começaram uma intensa perseguição em alta velocidade. Já próximo à Ceasa, na BR-040, os bandidos abandonaram o veículo e tomaram um Fiat Cronos de assalto, dando sequência à fuga.

A dupla chegou até o bairro San Remo, em Ribeirão das Neves, e um dos suspeitos conseguiu fugir. O comparsa invadiu uma residência e fez pai e filho (de apenas um mês) como reféns. Na sequência, o criminoso entrou em uma segunda residência, onde estava uma mulher e o filho de 4 anos.

Militares entraram na residência e, conforme a PM, Laender Faustino reagiu e foi baleado. O Laender Faustino Pimenta, de 36 anos, estava armado com um revólver calibre 38. Ele ainda foi levado para o Hospital São Judas Tadeu, mas não resistiu.