Principal 1
Principal 3
Prefeitura Sete Lagoas home
Principal 5
Principal 4
Principal 6
Principal 2
Em Belo Horizonte

Mulher morre na porta de hospital do Ipsemg após ter atendimento negado, segundo a família

A família conta que um médico teria dito que, pelo fato de ela não ser do sistema do Ipsemg, seria antiético atende-la

22/01/2021 09h01
Por: Ricardo Chaves

Por Itasat

Familiares da vendedora de calçados Carla Mércia Ferreira Lima, de 47 anos, denunciam que ela morreu por negligência do hospital do Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais (Ipsemg).

De acordo com os familiares, Carla Mércia, estava acompanhando a mãe, Dona Clélia, de 72 anos, no hospital do Ipsemg. Carla então teria começado a sentir dores no peito e no braço e procurou um médico. 

A família conta que um médico teria dito que, pelo fato de ela não ser do sistema do Ipsemg, seria antiético atende-la. Pouco tempo depois, Carla foi tentar procurar socorro no hospital da Unimed, mas morreu em frente a portaria do próprio hospital do Ipsemg, após um ataque cardíaco.

Clélia Maria Lima, mãe de Carla que era filha única, muito abalada conversou com a nossa reportagem e pede por justiça.

"Minha filha morreu à míngua no hospital do Ipsemg, eles não fizeram nada. Ela morreu na portaria esperando pelo uber. Eu cheguei a passar mensagem pra ela, falando pra ela voltar, mas aí ela já tinha morrido", conta.

O Instituto de Previdência dos Servidores do Estado de Minas Gerais informou, por meio de nota, que a senhora Carla Mércia Ferreira Lima, de 47 anos, foi atendida pela equipe médica do Serviço Médico de Urgência do Hospital Governador Israel Pinheiro por 1h 20min após sofrer um mal súbito.

Anteriormente, de acordo com a nota, a paciente havia sido atendida por uma equipe de avaliação ao queixar-se de dores, quando se constatou que ela apresentava sinais vitais normais, estando acordada, conversando e andando normalmente.

A nota afirma ainda que paciente recebeu todos os atendimentos médicos de emergência, conforme os protocolos vigentes.