Prefeitura Sete Lagoas home
Principal 4
Principal 6
Principal 2
Principal 3
Unifem
Covid Sete Lagoas
Principal 1
Principal 5
Avaliação do cenário

Reunião entre Kalil e comitê mantém fechamento dos serviços não essenciais em BH

Reunião foi feita um dia depois do RT voltar ao nível verde, mas ocupações de UTI e enfermaria seguem no vermelho

07/04/2021 09h26
Por: Ricardo Chaves

Por Itasat

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), se reuniu na tarde desta terça-feira (6), com o Comitê de Enfrentamento à Pandemia de Covid-19 em Belo Horizonte. O grupo é composto pelo secretário municipal de Saúde, Jackson Machado, e os infectologistas Unaí Tupinambás, Estevão Urbano e Carlos Starling.

Na reunião ficou definido que não haverá mudança em relação ao abre e fecha na capital mineira, que permite apenas o funcionamento dos serviços essenciais desde o início de março. 

Também participou o secretário municipal de Gestão e Planejamento, André Reis. A pasta dele é a responsável por monitorar o RT, índice que mede a velocidade de transmissão do vírus. Nessa segunda-feira (5), o índice voltou à classificação verde, o que não acontecia há cerca de seis semanas. Ele está em 0,99 — o ideal é que fique sempre abaixo de 1, segundo especialistas. 

Outros dois indicadores utilizados, as ocupações de leitos exclusivos para covid-19 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e de enfermaria seguem no vermelho, com 98,8% e 82,5%, respectivamente

A tendência é que na próxima sexta-feira (9), Kalil conceda entrevista coletiva. A última vez que o prefeito conversou com jornalistas foi 12 de marco, antes, inclusive, do Governo de Minas decretar Onda Roxa para todos as cidades. A medida mais restritiva do Executivo Estadual tem validade até o próximo domingo (11).