Covid Sete Lagoas
Principal 3
Principal 1
Principal 4
Principal 6
Principal 2
Principal 5
EM BH

Profissionais da saúde do Hospital da Baleia desenvolvem anticorpos contra covid-19 após imunização

Levantamento foi feito com 969 trabalhadores, que ainda vão ser monitorados durante dois anos

03/05/2021 15h17
Por: Ricardo Chaves

Por Itasat

Os pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em Minas Gerais comemoram os resultados de um estudo que mostra que 99,6% dos profissionais do Hospital da Baleia em Belo Horizonte que tomaram as duas doses da vacina da covid-19 desenvolveram anticorpos contra a doença. 

Mesmo trabalhando na linha de frente do combate ao novo coronavírus, nenhum desses profissionais da saúde do hospital foi infectado pela doença após a imunização. O estudo foi feito com 969 profissionais, que ainda vão ser monitorados durante dois anos.

A pesquisadora da Fiocruz, Rafaella Fortini, ressalta que mais importante do que a eficácia da vacina são as outras conclusões que o trabalho identificou. 


“Estamos monitorando a evolução da resposta imunológica protetora, incluindo avaliações de índice de anticorpos e se a resposta desse comportamento protetora ao longo do tempo irá se alterar. Essas avaliações são importantes para que possamos identificar, por exemplo, a necessidade de aplicações de novas doses após um determinado período de tempo.

Ela completa: “Além disso, monitoramos toda semana os profissionais vacinados para identificar se algum deles apresenta sintomas suspeitos de covid-19. Eventuais casos positivos ao longo desses dois anos serão direcionados para sequenciamento para que a gente possa identificar se as infecções serão pela linhagem ou alguma variante específica. Então, estabelecendo uma correlação entre a infecção pós vacina e a presença de variantes”.