Principal 5
Principal 4
Principal 3
Principal 2
Principal 1
Anuncio ramises
novo super
unifem novo
Principal 6
barragem rompida

Barragem de Brumadinho: PF indicia 19 pessoas, Vale e Tuv Sud em segundo inquérito

Agora, cabe ao Ministério Público Federal prosseguir com a denúncia na Justiça

26/11/2021 09h05
Por: Redação

Por Itasat

A Polícia Federal indiciou 19 pessoas e duas empresas, a mineradora Vale e a consultoria alemã Tuv Sud, no segundo inquérito que investiga o rompimento da barragem B1 da Mina Córrego do Feijão em Brumadinho, em 25 de janeiro de 2019. A investigação foi relatada na noite desta quinta-feira (25), pelo delegado Cristiano Campidelli, titular da Delegacia de Crimes contra o Meio Ambiente e Patrimônio Histórico. 

Entre os crimes apontados no relatório, estão homicídio doloso, crimes ambientais e declaração falsa perante a Agência Nacional de Mineração (ANM). 

Agora, cabe ao Ministério Público Federal prosseguir com a denúncia na Justiça. A coluna apurou que o relatório do inquérito tem conteúdo e nomes semelhantes aos colocados da denúncia feita pelo Ministério Público de Minas Gerais em janeiro de 2020. Os crimes apurados e inseridos neste inquérito da PF também são parecidos aos denunciados pelo MPMG, com o acréscimo de crimes contra sítio arqueológico.

Neste inquérito, a PF investigou quem são os responsáveis pelas 270 mortes no rompimento da barragem. Na primeira investigação, relatada no final de 2019, a polícia havia apurado as responsabilidades que levaram ao rompimento