Escritório Jucema
Arnaldo Radiadores
Carioca
Cooperlíder Proteção Veicular
Chama!!!
Quality Optcas
Ótima
Loc moral
Espetbet 6
Breno Campolina
Sicoob
Espetbet
Agro loc
Agrotop Novo
Dinheiro por Jóias
Forte vidros dois
Ronaldo Cardans
Espetbet 4
Espetbet três
Clinica Dois
Loc moral 3
Digital Graph
Ótica Pontual
Ramses
Torneamento São Geraldo
Espetbet dois
Homeopatia São Lucas
Loctem dois
Otica Santa Luzia
Espetbet 1
Auto Rodas
Tecnologia

Máquinas são principais causadoras de acidentes de trabalho no Brasil

Operadores de empilhadeiras e de armazenagem se envolvem em mais 200 ocorrências por mês. Dispositivos como sensores de movimentação reduzem risco ...

25/11/2022 12h40
Por: Redação
Fonte: Agência Dino
Adobe Stock
Adobe Stock

Máquinas e equipamentos são os principais causadores de acidentes de trabalho no Brasil, respondendo por 15% do total registrado entre 2012 e 2021. Somente este grupo respondeu por 734.786 ocorrências no período – uma média de 200 acidentes por dia. Os dados são do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, desenvolvido pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) em cooperação com a Organização Internacional do Trabalho (OIT).

Segundo as estatísticas do MPT, os acidentes provocados por máquinas e equipamentos resultaram em 2.756 mortes entre 2012 e 2021, o que representa 12% do total de casos fatais neste período. Já o Ministério da Saúde informa que acidentes com máquinas e equipamentos resultaram em amputações e outras lesões gravíssimas com uma frequência 15 vezes maior do que as demais causas, gerando três vezes mais acidentes fatais que a média geral.

Entre os profissionais que trabalham com máquinas estão os operadores de empilhadeiras, que se envolveram em 24.858 acidentes entre 2012 e 2021 – uma média de 200 ocorrências por mês. Já os armazenistas, que atuam na armazenagem e movimentação de cargas, foram vítimas de 32.460 acidentes no mesmo período (média de 270 casos mensais).

“Essas funções estão relacionadas aos chamados serviços de intralogística – ou logística interna das empresas. São atividades em que pessoas e máquinas circulam pelo mesmo espaço, aumentando o risco de acidentes”, explica Afonso Moreira, diretor da AHM Solution, empresa especializada em soluções de segurança e produtividade para o setor logístico.

Segundo Moreira, o risco de acidentes nessas operações pode ser drasticamente reduzido ou até eliminado com um processo de mapeamento dos pontos críticos, seguido de segregação do fluxo de pessoas e máquinas, e complementado por tecnologias de segurança, como sensores de movimentação, sistemas de alerta sonoros e visuais e câmeras embarcadas em empilhadeiras.

“Mitigar os riscos de acidentes é uma estratégia com múltiplos benefícios, porque, além de preservar a integridade dos colaboradores, também contribui para o aumento da produtividade, por tornar o ambiente mais seguro, e ainda evita que a empresa seja penalizada com multas e indenizações”, ressalta Moreira.

Sobre AHM Solution

Com sede em São Paulo e unidades na Argentina, Chile, Colômbia, Peru e Estados Unidos, a AHM Solution oferece tecnologias de redução de danos e acidentes em operações logísticas, e atua também como consultoria, elaborando um completo diagnóstico de riscos e oportunidades para evitar perdas e ampliar a produtividade nessas áreas.

Seus sistemas de prevenção de acidentes já foram implantados em empresas no Brasil e em outros países da América, como Alcoa, Arauco, Arcelor Mittal, Dow, Denso, GM, International Paper, Novelis, Souza Cruz, entre outras.  

Para mais informações, basta acessar: https://www.ahmsolution.com.br/