Distribuidora Ribeiro
Banner Home
Coronavírus

Taxa de ocupação de leitos de UTI em Sete Lagoas é a menor da série histórica

A cidade tem hoje 576 pessoas em monitoramento e 10.227 casos suspeitos descartados por exames

17/10/2020 10h44
Por: Ricardo Chaves

Por Ascom Prefeitura

O boletim epidemiológico sobre a situação da pandemia do coronavírus em Sete Lagoas desta sexta-feira, 16 de outubro, aponta um aumento de 0,5% nas notificações de novos casos suspeitos. A cidade tem hoje 576 pessoas em monitoramento e 10.227 casos suspeitos descartados por exames.

Nenhum óbito foi registrado nas últimas 24 horas e 11 novos casos foram confirmados: seis mulheres e cinco homens, elevando o número de casos positivos a 2.994 desde o início da pandemia. Entre eles, estão 57 óbitos, oito hospitalizados, 25 pessoas em isolamento domiciliar e 2.904 já recuperadas.

Hospitalizados

Ao todo, são 29 pacientes hospitalizados na cidade por causas respiratórias, sendo 18 em enfermaria e 11 em UTI. Destes, 15 já testaram positivo para Covid, dos quais oito são de Sete Lagoas, oito tiveram resultado negativo e seis aguardam resultado de exame.

São seis internações no Hospital Municipal (cinco em UTI), 20 no Hospital Nossa Senhora das Graças (entre os pacientes do SUS, são dez em enfermaria e quatro em UTI) e três no Hospital da Unimed (dois em UTI). A UPA segue sem pacientes com Covid. A taxa de ocupação de leitos de UTI Covid do SUS em Sete Lagoas hoje é de 19,5%, menor índice desde que o monitoramento começou a ser feito, em março.

Dos 11 leitos de UTI ocupados hoje na cidade, são sete por pacientes de Sete Lagoas, um de Caetanópolis, um de Funilândia, um do Tocantins e um de São Paulo. A taxa de ocupação de leitos de UTI destinados exclusivamente a pacientes com Covid na cidade, incluindo leitos do SUS e da saúde suplementar, é hoje de 18%, também a menor taxa desde o início da pandemia.

Novo protocolo

Um novo protocolo do Estado ampliou o público para coleta de exames de RT PCR, que detectam o novo coronavírus. A partir de agora, pessoas com sintomas gripais como quadro respiratório agudo, acompanhado de febre, calafrios, tosse, dor de garganta, dor de cabeça, coriza e redução de olfato e paladar, já podem ser testadas.

Lembrando que a amostra deve ser coletada preferencialmente do 3º e 4º dia até o 7º dia de início dos sintomas. O usuário que apresentar sintomas gripais, deve passar por uma avaliação da equipe de saúde, que fará o agendamento do exame, se necessário.

A pandemia ainda não acabou. Aproveite o fim de semana prolongado com responsabilidade. Combater o coronavírus é dever de todos: ao sair de casa, use máscara. Higienize frequentemente as mãos e mantenha o distanciamento social. Dúvidas: 3773-2576 | Denúncias: 153 | Informações: www.setelagoas.mg.gov.br/coronavirus