Cooperlíder Proteção Veicular
Otica Santa Luzia
Espetbet dois
Agrotop 3
Homeopatia São Lucas
Loctem
Breno Campolina
Ótima
Espetbet
Auto Rodas
Torneamento São Geraldo
Digital Graph
Arnaldo Radiadores
Escritório Jucema
IPTU PRORROGADO
Dinheiro por Jóias
Sicoob
Ronaldo Cardans
Espetbet três
Almix
Motociclista use capacete
Quality Ópticas
Ótica Pontual
Ramses
Casa da Arte
Chama!!!
Locmaqfer
aumento

Cemig vai reajustar conta de luz em 5% a partir desta quarta-feira

Autorização da Agência Nacional de Energia Elétrica foi aprovada nesta terça-feira (21) e já vale a partir de amanhã

21/06/2022 12h11
Por: Redação

Com Itasat

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) aprovou nesta terça-feira (21), o reajuste da conta de luz da Cemig. Para consumidores residenciais o aumento será de 5,22%.

"ANEEL aprovou o Reajuste Tarifário Anual de 2022 da Cemig Distribuição S/A. Com sede em Belo Horizonte, a distribuidora atende a cerca de 8,8 milhões de unidades consumidoras no estado de Minas Gerais", informou a agência.

O cálculo do reajuste aprovado considera a proposta de regulamentação do componente tarifário denominado CDE Modicidade Eletrobras que trata da inclusão dos aportes na Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) decorrentes do processo de capitalização da Eletrobras.

De acordo com a ANEEL, para consumidores na categoria de baixa tensão o reajuste será de 6,23% e para a de alta tensão o reajuste chega a 14,31%.

Aporte da Eletrobras

Prevista inicialmente para maio, a revisão havia sido adiada pela agência reguladora para que pudesse incorporar medidas que minimizassem o aumento. Com isso, o reajuste avalizado pela Aneel considerou, entre outras iniciativas, o aporte de R$ 5 bilhões que a Eletrobras fará até o meio de julho na Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), que compõe a tarifa.

O aporte está sendo feito para compensar a mudança no regime das usinas da Eletrobras que deixam de ser descotizadas passando a vender no mercado livre de energia e não apenas para distribuidoras. O impacto da medida nesse processo foi uma redução de 2,22%.

Por meio de nota, a Cemig informou que o reajuste vai afetar clientes em 774 municípios atendidos pela empresa e ressaltou que entre 2020 e 2021 não houve reajustes para clientes residenciais.

"A Cemig informa que, na manhã desta terça-feira (21/6), a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou as novas tarifas da Cemig Distribuição. O órgão regulador do setor elétrico definiu um aumento de 5,22% para os clientes residenciais de 774 municípios da área de concessão da companhia. Importante destacar que, em 2020 e 2021, não houve reajuste tarifário para os clientes residenciais da companhia", diz o comunicado da estatal mineira.