Distribuidora Ribeiro
Banner Home
Zona da Mata

Homem que matou a própria mãe para roubar dinheiro para comprar droga é preso em Minas

Suspeito, que deve responder por latrocínio, já tem passagem por homicídio

17/10/2020 08h33
Por: Ricardo Chaves

Por Itasat

O homem, de 52 anos, que matou a própria mãe, de 75, na noite do dia 8 de outubro, em Visconde do Rio Branco, na Zona da Mata mineira, após ela negar dinheiro para sustentar o vício do filho, usuário de drogas, foi preso nessa quinta-feira pela Polícia Civil (15).

Segundo informações da corporação, foi cumprido o mandado de prisão temporária contra o suspeito de latrocínio. 

O delegado regional em Ubá, Diêgo Candian Alves, que investiga o caso, explicou que o suspeito teria simulado que a vítima havia sofrido uma queda. “O fato que chamou a nossa atenção não foi apenas a motivação torpe e o requinte de crueldade perpetrado pelo investigado, ao usar um machado e desferir golpe na região craniana da vítima, pessoa idosa, mas também a audácia daquele em acionar socorro, visando simular que a vítima havia sofrido uma queda, quando, na realidade, foi assassinada pelo próprio filho. Segundo o homem, ele estava drogado na data do fato”, explica.

Na ocasião, a Polícia Militar chegou a ser acionada por um profissional da área da saúde, informando que o investigado teria ligado para o serviço emergencial 192, para noticiar que a mãe dele estaria necessitando de um atendimento médico, pois havia sofrido uma queda.

“Diante das informações, a equipe de socorro se deslocou até o local e, ao entrar na residência, deparou-se com a vítima deitada em decúbito dorsal, no chão da sala, já aparentando estar sem vida e com múltiplos ferimentos na cabeça. Posteriormente, o investigado teria informado que foi até a residência da vítima para ir ao banheiro, momento em que se deparou com sua mãe deitada no chão da sala, com um grande sangramento, desacordada e com um ferimento na cabeça”.

A Polícia Civil informou que, durante as investigações, foi apurado que a vítima tinha recebido, no dia 06 de outubro, a quantia de R$ 700. Porém, após o corpo da idosa ser encontrada, os familiares perceberam que o valor havia sido roubado. 

“Os familiares deram falta do dinheiro, tudo levando a crer que essa quantia teria sido também subtraída pelo homem, pois ele tinha o hábito de subtrair valores de sua mãe para comprar drogas. Ao empreenderem diligências no local do crime, os investigadores da comarca de Visconde do Rio Branco também conseguiram localizar e apreender o machado utilizado no delito, bem como as roupas do suspeito, que apresentavam marcas de sangue da vítima”, conta, complementando que, ao ser interrogado, o suspeito admitiu que teria matado a própria mãe, "porque estava drogado". 

Os levantamentos também mostram que o suspeito teria pedido dinheiro para comprar entorpecentes, mas a vítima teria informado que não tinha. “Momento em que o autor foi até o quarto de seu padrasto, pegou um machado e efetuou dois golpes na região craniana de sua genitora, que veio a óbito no local”, conta o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, o suspeito, que já tem passagem policial por crime de homicídio, será indiciado pelo crime de latrocínio. Ele se encontra à disposição da Justiça. “O prazo da prisão temporária é de 30 dias, por se tratar de crime hediondo, podendo ser prorrogado por mais 30 dias e, logo em seguida, será representada à Justiça para conversão da prisão temporária em preventiva", conclui.