Forte vidros dois
Breno Campolina
Ótica Pontual
Espetbet 1
Arnaldo Radiadores
Otica Santa Luzia
Espetbet 4
Agrotop Novo
Casa da Arte
Torneamento São Geraldo
Clinica Dois
Ramses
Espetbet dois
Auto Rodas
Loctem dois
Quality Optcas
Cooperlíder Proteção Veicular
Ótima
Carioca
Espetbet
Sicoob
Escritório Jucema
Digital Graph
Homeopatia São Lucas
Espetbet 6
Chama!!!
Espetbet três
Dinheiro por Jóias
pedido de ajuda

Criança liga para a polícia na Grande BH e pede ajuda: 'estamos passando fome'

Os policiais militares foram até a casa da criança que mora com a mãe e mais quatro irmãos

03/08/2022 10h33
Por: Redação

Com Itasat

Uma ligação para o 190 na noite dessa terça-feira (2), mobilizou policiais militares em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Do outro lado da linha estava uma criança de 11 anos que pediu ajuda e disse aos militares: "estamos com fome".

Os policiais do 35º Batalhão se deslocaram até o endereço informado pela criança e suspeitaram, em um primeiro momento, que se tratava de maus tratos. Chegando no local, foram recebidos pela criança que ligou para o 190, que chamou a mãe. Na casa, moram a mãe e cinco filhos. Ela está desempregada e sobrevive com auxílio do governo. Normalmente, uma filha ajuda, mas a mãe relatou aos policias que "no momento ela não tá podendo fazer nada".

Célia Arquimino Barros, 46 anos, mora com os filhos no bairro São Cosme e disse aos militares que para driblar a fome, ela dava água com fubá para as crianças.

Sensibilizados e após constatarem que não há maus tratos, os policiais saíram da casa com a promessa de voltar. Pouco tempo depois, chegaram com cesta básica e outros mantimentos como leite e biscoitos. "Não fica com vergonha de pedir ajuda. Procura a assistência social, não deixa as crianças passarem fome, não", disse o PM à Célia.

A Polícia Militar disse que vai continuar ajudando a família e quem puder contribuir basta procurar o 35° Batalhão