Banner Home
Distribuidora Ribeiro
Tráfico de drogas

Criminoso resgatado por comparsas em Betim é preso em mansão de luxo em Lagoa Santa

Homem apontado como traficante morava em Lagoa Santa e mantinha um ponto de tráfico em BH, diz PM

16/10/2020 09h31
Por: Ricardo Chaves

Por Itasat

Uma ocorrência de apreensão de drogas resultou na prisão de um homem de 42 anos apontado pela polícia como traficante de alta periculosidade do bairro Alto Vera Cruz, região Leste de Belo Horizonte. A ocorrência teve início nessa quinta-feira (15), depois que militares do Tático Móvel do 13º batalhão apreenderam cerca de 150 quilos de maconha e dois revólveres calibre 38. A droga estava escondida em uma casa na rua Tamboril, bairro Concórdia, lado Nordeste de Belo Horizonte.

Dois homens que estavam no imóvel foram conduzidos. No andamento da ocorrência, a polícia prendeu um terceiro suspeito, que tem extensa ficha criminal e seria o dono da droga. O criminoso estava em uma luxuosa mansão em Lagoa Santa, na Grande BH, e chegou a apresentar documentos falsos. 

Em setembro de 2007, o traficante chegou a ser resgatado por bandidos fortemente armados quando estava preso no Ceresp Betim e foi receber tratamento médico na Uai Alterosas. Em uma ação ousada, comparsas conseguiram libertar o criminoso. Um ano depois, ele foi preso novamente pela Polícia Civil em um hotel no Centro de BH, mas já estava solto novamente.

Responsável pela ocorrência, o capitão Rodrigues destacou que as prisões e apreensões só foram possíveis porque a sociedade ajudou com denúncia anônima.

“Segundo informações, é uma pessoa ligada a uma organização criminosa que tem contato muito forte, com influência em cartórios, e que conseguiu um documento falso renascendo”, disse o capitão. “Ele morava em Lagoa Santa, uma mansão com duas piscinas, e fazia o estoque (de drogas) através de uma outra pessoa, no bairro Concórdia”, completou o militar.

Em entrevista, o criminoso afirma ter largado o crime e alega inocência. “Não sei o que está acontecendo”, disse.